Dogma da Santissima Trindade

Dogma da Santissima Trindade

https://scontent.fplu9-2.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/119067937_10163892795875104_2968258891028351056_n.jpg?_nc_cat=106&_nc_sid=825194&_nc_ohc=eOxxn1XP_lYAX-Yn9su&_nc_ht=scontent.fplu9-2.fna&oh=4b5b1a425bb8963504ddc8e45cd6e3a8&oe=5F7E1FB4
Demolindo o Dogma da Santíssima Trindade.
Sempre tive problemas com o conceito e a doutrina da Santíssima Trindade. Mesmo depois 20 anos como "cristão renascido", eu continuava a não entender a coisa. Outros cristãos afirmavam que entendiam mas que era muito difícil expressar em palavras. Robert Ingersoll fez os seguintes comentários em "Ingersoll's Works", vol. 4, p. 266-67:
"Cristo, de acordo com a doutrina, é a segunda pessoa da Santíssima Trindade, com o Pai sendo a primeira e o Espírito Santo a terceira.
Cada uma dessas pessoas é Deus. Cristo é seu próprio pai e seu próprio filho. O Espírito Santo não é nem pai nem filho, mas ambos. O filho foi gerado pelo pai, mas já existia antes de ser gerado, exatamente o mesmo antes e depois. Cristo é tão velho quanto seu pai e o pai é tão jovem quanto seu filho.
O Espírito Santo procede do Pai e do Filho, mas já era igual a eles antes de proceder, ou seja, antes de existir, mas mesmo assim ele tem a mesma idade que os outros dois. Deste modo, se afirma que o Pai é Deus, que o Filho é Deus e que o Espírito Santo é Deus e que esses três deuses fazem um só deus. De acordo com a tabela de multiplicação celestial, um é três e três vezes um é um, e de acordo com a regra de subtração do céu, se diminuirmos dois de três, sobram três. A regra da adição também é estranha: se somamos dois a um temos apenas um. Cada um é igual a si mesmo e aos outros dois. Nunca houve nem nunca haverá algo mais completamente idiota e absurdo que o dogma da Santíssima Trindade".
Os cristãos estão diante de um dilema. A Bíblia diz no Antigo Testamento que "Eu, eu sou Javé, e fora de mim não há nenhum Salvador" (Isaías 43:11). "A Salvação vem de Javé" (Salmos 3:9), "Pois eu sou o Senhor teu Deus, o Santo de Israel, teu salvador" (Isaías 43:3). De acordo com o Antigo Testamento, só Deus pode ser o Salvador. Para que Jesus Cristo possa ser o Salvador, ele também tem que ser Deus.
Os defensores da Santíssima Trindade citam:
"Para que sejam um, como nós somos um" (João 17:22);
"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus" (João 1:1);
"Como tu, Pai, estás em mim e eu em ti" (João 17:21);
"Eu e o Pai somos um" (João 10:30);
"Quem me vê, vê o Pai" (João 14:9);
"Crede-me: eu estou no Pai e o Pai em mim" (João 14:11);
"Pai santo, guarda-os em teu nome que me deste, para que sejam um como nós" (João 17:11);
"Pois nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade." (Colossenses 2:9).
A Bíblia tem muito mais versículos negando a Trindade que a confirmando:
"Por que me chamas bom? Ninguém é bom, senão só Deus" (Lucas 18:19)
"Porque meu Pai é maior do que eu" (João 14:28)
"Minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou" (João 7:16)
"Meu Pai, se possível, afasta de mim este cálice; contudo, não seja como eu quero, mas como tu queres" (Mateus 26:39)
"Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?" (Mateus 27:46)
"Daquele dia e da hora, ninguém sabe, nem os anjos no céu, nem o Filho, somente o Pai" (Marcos 13:32)
"Que, tendo subido aos céus, está à direita de Deus" (Pedro 3:22)
E ainda há outros trechos, mas os que foram citados mostram bem as contradições.
Eis o dilema. Os cristãos sabem que, para Jesus ser o salvador da humanidade, ele tem que ser Deus também. É a Bíblia que diz. Se ele não é Deus, então ele não pode ser o salvador. Sua morte não teria sentido. Portanto, os cristãos inventaram a Santíssima Trindade para explicar a divindade de Cristo. Ele é homem. Ele é Deus. Ele é ambos. Ele tem que ser, para poder ser o salvador. Infelizmente, ele é, no melhor dos casos, indeciso. Às vezes ele diz que ele e Deus são um só. Às vezes ele admite que Deus sabe de coisas que ele ignora e faz coisas que ele não pode fazer. Os cristãos apelam para as coisas mais estranhas para provar o dogma da Santíssima Trindade, inclusive declarar que ele é um "mistério" e que "nós somos muito limitados para entender". A Bíblia é a palavra perfeita e infalível de Deus? A doutrina da Santíssima Trindade que os cristãos criaram e as contradições em que ela implica gritam que "Não" ! Mas então como foi que o dogma veio a existir?
As origens da doutrina da Santíssima Trindade são chocantes. Como no caso da maioria das questões históricas relativas à cristandade, houve muita fraude e derramamento de sangue. Muitas vidas foram perdidas antes que o Trinitarianismo fosse enfim adotado. Como muitos cristãos sabem, a palavra "trindade" não aparece na Bíblia. E não aparece porque é uma doutrina que evoluiu aos poucos no início do cristianismo. Foi um processo manipulado, sangrento e mortal até que finalmente se tornou uma doutrina "aceita" da Igreja.
☑️CONSTANTINO - COMEÇA A CRIAÇÃO DA TRINDADE
Flavius Valerius Constantius (c. 285-337 AD), Constantino o Grande, era filho do imperador Constâncio I. Quando seu pai morreu em 306 AD, Constantino tornou-se imperador da Bretanha, Gália (atual França) e Espanha. Aos poucos, foi assumindo o controle de todo o império romano. Divergências teológicas relativas a Jesus Cristo começaram a se manifestar no império de Constantino quando dois oponentes principais se destacaram dos outros e discutiram sobre se Cristo era um ser criado (doutrina de Arius) ou não criado, e sim igual e eterno como Deus seu pai (doutrina de Atanásio). A guerra teológica entre os adeptos de Arius e Atanásio tornou-se acirrada. Constantino percebeu que seu império estava sendo ameaçado por esta divisão doutrinal. Constantino começou a pressionar a Igreja para que as partes chegassem a um acordo antes que a unidade de seu império ficasse ameaçada. Finalmente, o imperador convocou um concílio em Nicéia, em 325 AD, para resolver a disputa.
Apenas 318 bispos compareceram, o que equivalia a apenas uns 18% de todos os bispos do império. Dos 318, apenas uns 10% eram da parte ocidental do império de Constantino, tornando a votação tendenciosa, no mínimo. O imperador manipulou, pressionou e ameaçou o concílio para garantir que votariam no que ele acreditava, não em algum consenso a que os bispos chegassem.
As igrejas cristães hoje em dia dizem que Constantino foi o primeiro imperador cristão, mas seu "cristianismo" tinha motivação apenas politica. É altamente duvidoso que ele realmente aceitasse a doutrina cristã. Ele mandou matar um de seus filhos, além de um sobrinho, seu cunhado e possivelmente uma de suas esposas. Ele manteve seu título de alto sacerdote de uma religião pagã até o fim da vida e só foi batizado em seu leito de morte.
OS DOIS PRIMEIROS TERÇOS DA TRINDADE - O CONCÍLIO DE NICÉIA
A maioria dos bispos, pressionada por Constantino, votou a favor da doutrina de Atanásio. Foi adotado um credo que favorecia a teologia de Atanásio. Arius foi condenado e exilado. Vários bispos foram embora antes da votação para evitar a controvérsia. Jesus Cristo foi aprovado como sendo "uma única substância" com Deus Pai. É significativo que até hoje as igrejas ortodoxas do leste e do oeste discordem entre si quanto a esta doutrina, ainda consequência de as igrejas do oeste não terem tido nenhuma influência na "votação".
Dois dos bispos que votaram a favor de Arius também foram exilados e os escritos de Arius foram destruídos. Constantino decretou que qualquer um que fosse apanhado com documentos arianistas estaria sujeito à pena de morte.
O credo de Nicéia declara:
Creio em Um só Deus, Pai Onipotente, Criador do céu e da terra e de todas as coisas visíveis e invisíveis. E em Um só Senhor, Jesus Cristo, o Filho unigênito de Deus, gerado do Pai antes de todas as coisas. Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, não criado, consubstancial ao Pai, por quem todas as coisas foram feitas ...
Mesmo com a adoção do Credo de Nicéia, os problemas continuaram e, em poucos anos, a facção arianista começou a recuperar o controle. Tornaram-se tão poderosos que Constantino os reabilitou e denunciou o grupo de Atanásio. Arius e os bispos que o apoiavam voltaram do exílio. Agora, Atanásio é que foi banido. Quando Constantino morreu (depois de ser batizado por um bispo arianista), seu filho restaurou a filosofia arianista e seus bispos e condenou o grupo de Atanásio.
Nos anos seguintes, a disputa política continuou, até que os arianistas abusaram de seu poder e foram derrubados. A controvérsia político/religiosa causou violência e morte generalizadas. Em 381 AD, o imperador Teodósio (um trinitarista) convocou um concílio em Constantinopla. Apenas os bispos trinitaristas foram convidados a participar. 150 bispos compareceram e votaram uma alteração no Credo de Nicéia para incluir o Espírito Santo como parte da divindade. A doutrina da Trindade era agora oficial para a Igreja e também para o Estado.
Os bispos dissidentes foram expulsos da Igreja e excomungados.
O CREDO DE ATANÁSIO COMPLETA A DIVINDADE TRINA
O Credo (trinitário) de Atanásio foi finalmente estabelecido (provavelmente) no século V. Não foi escrito por Atanásio mas recebeu seu nome. Este é um trecho:
"Adoramos um só Deus em Trindade ... O Pai é Deus, o Filho é Deus, e o Espírito Santo é Deus; e contudo eles não são três deuses, mas um só Deus"
Por volta do século IX, o credo já estava estabelecido na Espanha, França e Alemanha. Tinha levado séculos desde o tempo de Cristo para que a doutrina da Trindade "pegasse". A política do governo e da Igreja foram as razões que levaram a Trindade a existir e se tornar a doutrina oficial da Igreja. Como vocês viram, a doutrina trinitária resultou da mistura de fraude, política, um imperador pagão e facções em guerra que causaram mortes e derramamento de sangue.
A TRINDADE CRISTÃ - MAIS UMA NO DESFILE DE TRINDADES
Por que surgiu esse clamor para elevar Jesus e o Espírito Santo a posições iguais à do deus judeu/cristão? Simplesmente porque o mundo pagão estava habituado a ter "três deuses" ou "trindades" como divindades. A trindade satisfazia à maioria de cristãos que tinha vindo de culturas pagãs. O cristianismo não se livrou das trindades pagãs, ele as adotou assim como adotou tantas outras tradições pagãs.
☑️OUTRAS TRINDADES
O hinduísmo abraçou a divindade trina de Brahma, deus da criação; Vishnu, deus da manutenção, e Siva, deus da destruição. Uma das muitas trindades do Egito era Hórus, Ísis e Osíris.
Os fundadores da primitiva igreja cristã não tinham idéia de que o conceito de Trindade iria surgir, ser votado por políticos, imposto por imperadores e um dia se tornaria parte integral do cristianismo moderno. Não é nenhuma surpresa que tal conceito seja "difícil" de explicar.
Há um deus cristão ou três em um? A maioria das igrejas cristãs apóia a doutrina da Trindade mas ainda há algumas que rejeitam o ensinamento. Hoje em dia, temos a liberdade de acreditar em uma possibibilidade ou outra, mas corremos o risco de sermos ridicularizados se negarmos a crença na Trindade.
Como num supermercado, você escolhe a sua religião.
Demolindo o Dogma da Santíssima Trindade.
Sempre tive problemas com o conceito e a doutrina da Santíssima Trindade. Mesmo depois 20 anos como "cristão renascido", eu continuava a não entender a coisa. Outros cristãos afirmavam que entendiam mas que era muito difícil expressar em palavras. Robert Ingersoll fez os seguintes comentários em "Ingersoll's Works", vol. 4, p. 266-67:
"Cristo, de acordo com a doutrina, é a segunda pessoa da Santíssima Trindade, com o Pai sendo a primeira e o Espírito Santo a terceira.
Cada uma dessas pessoas é Deus. Cristo é seu próprio pai e seu próprio filho. O Espírito Santo não é nem pai nem filho, mas ambos. O filho foi gerado pelo pai, mas já existia antes de ser gerado, exatamente o mesmo antes e depois. Cristo é tão velho quanto seu pai e o pai é tão jovem quanto seu filho.
O Espírito Santo procede do Pai e do Filho, mas já era igual a eles antes de proceder, ou seja, antes de existir, mas mesmo assim ele tem a mesma idade que os outros dois. Deste modo, se afirma que o Pai é Deus, que o Filho é Deus e que o Espírito Santo é Deus e que esses três deuses fazem um só deus. De acordo com a tabela de multiplicação celestial, um é três e três vezes um é um, e de acordo com a regra de subtração do céu, se diminuirmos dois de três, sobram três. A regra da adição também é estranha: se somamos dois a um temos apenas um. Cada um é igual a si mesmo e aos outros dois. Nunca houve nem nunca haverá algo mais completamente idiota e absurdo que o dogma da Santíssima Trindade".
Os cristãos estão diante de um dilema. A Bíblia diz no Antigo Testamento que "Eu, eu sou Javé, e fora de mim não há nenhum Salvador" (Isaías 43:11). "A Salvação vem de Javé" (Salmos 3:9), "Pois eu sou o Senhor teu Deus, o Santo de Israel, teu salvador" (Isaías 43:3). De acordo com o Antigo Testamento, só Deus pode ser o Salvador. Para que Jesus Cristo possa ser o Salvador, ele também tem que ser Deus.
Os defensores da Santíssima Trindade citam:
"Para que sejam um, como nós somos um" (João 17:22);
"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus" (João 1:1);
"Como tu, Pai, estás em mim e eu em ti" (João 17:21);
"Eu e o Pai somos um" (João 10:30);
"Quem me vê, vê o Pai" (João 14:9);
"Crede-me: eu estou no Pai e o Pai em mim" (João 14:11);
"Pai santo, guarda-os em teu nome que me deste, para que sejam um como nós" (João 17:11);
"Pois nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade." (Colossenses 2:9).
A Bíblia tem muito mais versículos negando a Trindade que a confirmando:
"Por que me chamas bom? Ninguém é bom, senão só Deus" (Lucas 18:19)
"Porque meu Pai é maior do que eu" (João 14:28)
"Minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou" (João 7:16)
"Meu Pai, se possível, afasta de mim este cálice; contudo, não seja como eu quero, mas como tu queres" (Mateus 26:39)
"Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?" (Mateus 27:46)
"Daquele dia e da hora, ninguém sabe, nem os anjos no céu, nem o Filho, somente o Pai" (Marcos 13:32)
"Que, tendo subido aos céus, está à direita de Deus" (Pedro 3:22)
E ainda há outros trechos, mas os que foram citados mostram bem as contradições.
Eis o dilema. Os cristãos sabem que, para Jesus ser o salvador da humanidade, ele tem que ser Deus também. É a Bíblia que diz. Se ele não é Deus, então ele não pode ser o salvador. Sua morte não teria sentido. Portanto, os cristãos inventaram a Santíssima Trindade para explicar a divindade de Cristo. Ele é homem. Ele é Deus. Ele é ambos. Ele tem que ser, para poder ser o salvador. Infelizmente, ele é, no melhor dos casos, indeciso. Às vezes ele diz que ele e Deus são um só. Às vezes ele admite que Deus sabe de coisas que ele ignora e faz coisas que ele não pode fazer. Os cristãos apelam para as coisas mais estranhas para provar o dogma da Santíssima Trindade, inclusive declarar que ele é um "mistério" e que "nós somos muito limitados para entender". A Bíblia é a palavra perfeita e infalível de Deus? A doutrina da Santíssima Trindade que os cristãos criaram e as contradições em que ela implica gritam que "Não" ! Mas então como foi que o dogma veio a existir?
As origens da doutrina da Santíssima Trindade são chocantes. Como no caso da maioria das questões históricas relativas à cristandade, houve muita fraude e derramamento de sangue. Muitas vidas foram perdidas antes que o Trinitarianismo fosse enfim adotado. Como muitos cristãos sabem, a palavra "trindade" não aparece na Bíblia. E não aparece porque é uma doutrina que evoluiu aos poucos no início do cristianismo. Foi um processo manipulado, sangrento e mortal até que finalmente se tornou uma doutrina "aceita" da Igreja.
☑️CONSTANTINO - COMEÇA A CRIAÇÃO DA TRINDADE
Flavius Valerius Constantius (c. 285-337 AD), Constantino o Grande, era filho do imperador Constâncio I. Quando seu pai morreu em 306 AD, Constantino tornou-se imperador da Bretanha, Gália (atual França) e Espanha. Aos poucos, foi assumindo o controle de todo o império romano. Divergências teológicas relativas a Jesus Cristo começaram a se manifestar no império de Constantino quando dois oponentes principais se destacaram dos outros e discutiram sobre se Cristo era um ser criado (doutrina de Arius) ou não criado, e sim igual e eterno como Deus seu pai (doutrina de Atanásio). A guerra teológica entre os adeptos de Arius e Atanásio tornou-se acirrada. Constantino percebeu que seu império estava sendo ameaçado por esta divisão doutrinal. Constantino começou a pressionar a Igreja para que as partes chegassem a um acordo antes que a unidade de seu império ficasse ameaçada. Finalmente, o imperador convocou um concílio em Nicéia, em 325 AD, para resolver a disputa.
Apenas 318 bispos compareceram, o que equivalia a apenas uns 18% de todos os bispos do império. Dos 318, apenas uns 10% eram da parte ocidental do império de Constantino, tornando a votação tendenciosa, no mínimo. O imperador manipulou, pressionou e ameaçou o concílio para garantir que votariam no que ele acreditava, não em algum consenso a que os bispos chegassem.
As igrejas cristães hoje em dia dizem que Constantino foi o primeiro imperador cristão, mas seu "cristianismo" tinha motivação apenas politica. É altamente duvidoso que ele realmente aceitasse a doutrina cristã. Ele mandou matar um de seus filhos, além de um sobrinho, seu cunhado e possivelmente uma de suas esposas. Ele manteve seu título de alto sacerdote de uma religião pagã até o fim da vida e só foi batizado em seu leito de morte.
OS DOIS PRIMEIROS TERÇOS DA TRINDADE - O CONCÍLIO DE NICÉIA
A maioria dos bispos, pressionada por Constantino, votou a favor da doutrina de Atanásio. Foi adotado um credo que favorecia a teologia de Atanásio. Arius foi condenado e exilado. Vários bispos foram embora antes da votação para evitar a controvérsia. Jesus Cristo foi aprovado como sendo "uma única substância" com Deus Pai. É significativo que até hoje as igrejas ortodoxas do leste e do oeste discordem entre si quanto a esta doutrina, ainda consequência de as igrejas do oeste não terem tido nenhuma influência na "votação".
Dois dos bispos que votaram a favor de Arius também foram exilados e os escritos de Arius foram destruídos. Constantino decretou que qualquer um que fosse apanhado com documentos arianistas estaria sujeito à pena de morte.
O credo de Nicéia declara:
Creio em Um só Deus, Pai Onipotente, Criador do céu e da terra e de todas as coisas visíveis e invisíveis. E em Um só Senhor, Jesus Cristo, o Filho unigênito de Deus, gerado do Pai antes de todas as coisas. Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, não criado, consubstancial ao Pai, por quem todas as coisas foram feitas ...
Mesmo com a adoção do Credo de Nicéia, os problemas continuaram e, em poucos anos, a facção arianista começou a recuperar o controle. Tornaram-se tão poderosos que Constantino os reabilitou e denunciou o grupo de Atanásio. Arius e os bispos que o apoiavam voltaram do exílio. Agora, Atanásio é que foi banido. Quando Constantino morreu (depois de ser batizado por um bispo arianista), seu filho restaurou a filosofia arianista e seus bispos e condenou o grupo de Atanásio.
Nos anos seguintes, a disputa política continuou, até que os arianistas abusaram de seu poder e foram derrubados. A controvérsia político/religiosa causou violência e morte generalizadas. Em 381 AD, o imperador Teodósio (um trinitarista) convocou um concílio em Constantinopla. Apenas os bispos trinitaristas foram convidados a participar. 150 bispos compareceram e votaram uma alteração no Credo de Nicéia para incluir o Espírito Santo como parte da divindade. A doutrina da Trindade era agora oficial para a Igreja e também para o Estado.
Os bispos dissidentes foram expulsos da Igreja e excomungados.
O CREDO DE ATANÁSIO COMPLETA A DIVINDADE TRINA
O Credo (trinitário) de Atanásio foi finalmente estabelecido (provavelmente) no século V. Não foi escrito por Atanásio mas recebeu seu nome. Este é um trecho:
"Adoramos um só Deus em Trindade ... O Pai é Deus, o Filho é Deus, e o Espírito Santo é Deus; e contudo eles não são três deuses, mas um só Deus"
Por volta do século IX, o credo já estava estabelecido na Espanha, França e Alemanha. Tinha levado séculos desde o tempo de Cristo para que a doutrina da Trindade "pegasse". A política do governo e da Igreja foram as razões que levaram a Trindade a existir e se tornar a doutrina oficial da Igreja. Como vocês viram, a doutrina trinitária resultou da mistura de fraude, política, um imperador pagão e facções em guerra que causaram mortes e derramamento de sangue.
A TRINDADE CRISTÃ - MAIS UMA NO DESFILE DE TRINDADES
Por que surgiu esse clamor para elevar Jesus e o Espírito Santo a posições iguais à do deus judeu/cristão? Simplesmente porque o mundo pagão estava habituado a ter "três deuses" ou "trindades" como divindades. A trindade satisfazia à maioria de cristãos que tinha vindo de culturas pagãs. O cristianismo não se livrou das trindades pagãs, ele as adotou assim como adotou tantas outras tradições pagãs.
☑️OUTRAS TRINDADES
O hinduísmo abraçou a divindade trina de Brahma, deus da criação; Vishnu, deus da manutenção, e Siva, deus da destruição. Uma das muitas trindades do Egito era Hórus, Ísis e Osíris.
Os fundadores da primitiva igreja cristã não tinham idéia de que o conceito de Trindade iria surgir, ser votado por políticos, imposto por imperadores e um dia se tornaria parte integral do cristianismo moderno. Não é nenhuma surpresa que tal conceito seja "difícil" de explicar.
Há um deus cristão ou três em um? A maioria das igrejas cristãs apóia a doutrina da Trindade mas ainda há algumas que rejeitam o ensinamento. Hoje em dia, temos a liberdade de acreditar em uma possibibilidade ou outra, mas corremos o risco de sermos ridicularizados se negarmos a crença na Trindade.
Como num supermercado, você escolhe a sua religião.
Demolindo o Dogma da Santíssima Trindade.
Sempre tive problemas com o conceito e a doutrina da Santíssima Trindade. Mesmo depois 20 anos como "cristão renascido", eu continuava a não entender a coisa. Outros cristãos afirmavam que entendiam mas que era muito difícil expressar em palavras. Robert Ingersoll fez os seguintes comentários em "Ingersoll's Works", vol. 4, p. 266-67:
"Cristo, de acordo com a doutrina, é a segunda pessoa da Santíssima Trindade, com o Pai sendo a primeira e o Espírito Santo a terceira.
Cada uma dessas pessoas é Deus. Cristo é seu próprio pai e seu próprio filho. O Espírito Santo não é nem pai nem filho, mas ambos. O filho foi gerado pelo pai, mas já existia antes de ser gerado, exatamente o mesmo antes e depois. Cristo é tão velho quanto seu pai e o pai é tão jovem quanto seu filho.
O Espírito Santo procede do Pai e do Filho, mas já era igual a eles antes de proceder, ou seja, antes de existir, mas mesmo assim ele tem a mesma idade que os outros dois. Deste modo, se afirma que o Pai é Deus, que o Filho é Deus e que o Espírito Santo é Deus e que esses três deuses fazem um só deus. De acordo com a tabela de multiplicação celestial, um é três e três vezes um é um, e de acordo com a regra de subtração do céu, se diminuirmos dois de três, sobram três. A regra da adição também é estranha: se somamos dois a um temos apenas um. Cada um é igual a si mesmo e aos outros dois. Nunca houve nem nunca haverá algo mais completamente idiota e absurdo que o dogma da Santíssima Trindade".
Os cristãos estão diante de um dilema. A Bíblia diz no Antigo Testamento que "Eu, eu sou Javé, e fora de mim não há nenhum Salvador" (Isaías 43:11). "A Salvação vem de Javé" (Salmos 3:9), "Pois eu sou o Senhor teu Deus, o Santo de Israel, teu salvador" (Isaías 43:3). De acordo com o Antigo Testamento, só Deus pode ser o Salvador. Para que Jesus Cristo possa ser o Salvador, ele também tem que ser Deus.
Os defensores da Santíssima Trindade citam:
"Para que sejam um, como nós somos um" (João 17:22);
"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus" (João 1:1);
"Como tu, Pai, estás em mim e eu em ti" (João 17:21);
"Eu e o Pai somos um" (João 10:30);
"Quem me vê, vê o Pai" (João 14:9);
"Crede-me: eu estou no Pai e o Pai em mim" (João 14:11);
"Pai santo, guarda-os em teu nome que me deste, para que sejam um como nós" (João 17:11);
"Pois nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade." (Colossenses 2:9).
A Bíblia tem muito mais versículos negando a Trindade que a confirmando:
"Por que me chamas bom? Ninguém é bom, senão só Deus" (Lucas 18:19)
"Porque meu Pai é maior do que eu" (João 14:28)
"Minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou" (João 7:16)
"Meu Pai, se possível, afasta de mim este cálice; contudo, não seja como eu quero, mas como tu queres" (Mateus 26:39)
"Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?" (Mateus 27:46)
"Daquele dia e da hora, ninguém sabe, nem os anjos no céu, nem o Filho, somente o Pai" (Marcos 13:32)
"Que, tendo subido aos céus, está à direita de Deus" (Pedro 3:22)
E ainda há outros trechos, mas os que foram citados mostram bem as contradições.
Eis o dilema. Os cristãos sabem que, para Jesus ser o salvador da humanidade, ele tem que ser Deus também. É a Bíblia que diz. Se ele não é Deus, então ele não pode ser o salvador. Sua morte não teria sentido. Portanto, os cristãos inventaram a Santíssima Trindade para explicar a divindade de Cristo. Ele é homem. Ele é Deus. Ele é ambos. Ele tem que ser, para poder ser o salvador. Infelizmente, ele é, no melhor dos casos, indeciso. Às vezes ele diz que ele e Deus são um só. Às vezes ele admite que Deus sabe de coisas que ele ignora e faz coisas que ele não pode fazer. Os cristãos apelam para as coisas mais estranhas para provar o dogma da Santíssima Trindade, inclusive declarar que ele é um "mistério" e que "nós somos muito limitados para entender". A Bíblia é a palavra perfeita e infalível de Deus? A doutrina da Santíssima Trindade que os cristãos criaram e as contradições em que ela implica gritam que "Não" ! Mas então como foi que o dogma veio a existir?
As origens da doutrina da Santíssima Trindade são chocantes. Como no caso da maioria das questões históricas relativas à cristandade, houve muita fraude e derramamento de sangue. Muitas vidas foram perdidas antes que o Trinitarianismo fosse enfim adotado. Como muitos cristãos sabem, a palavra "trindade" não aparece na Bíblia. E não aparece porque é uma doutrina que evoluiu aos poucos no início do cristianismo. Foi um processo manipulado, sangrento e mortal até que finalmente se tornou uma doutrina "aceita" da Igreja.
☑️CONSTANTINO - COMEÇA A CRIAÇÃO DA TRINDADE
Flavius Valerius Constantius (c. 285-337 AD), Constantino o Grande, era filho do imperador Constâncio I. Quando seu pai morreu em 306 AD, Constantino tornou-se imperador da Bretanha, Gália (atual França) e Espanha. Aos poucos, foi assumindo o controle de todo o império romano. Divergências teológicas relativas a Jesus Cristo começaram a se manifestar no império de Constantino quando dois oponentes principais se destacaram dos outros e discutiram sobre se Cristo era um ser criado (doutrina de Arius) ou não criado, e sim igual e eterno como Deus seu pai (doutrina de Atanásio). A guerra teológica entre os adeptos de Arius e Atanásio tornou-se acirrada. Constantino percebeu que seu império estava sendo ameaçado por esta divisão doutrinal. Constantino começou a pressionar a Igreja para que as partes chegassem a um acordo antes que a unidade de seu império ficasse ameaçada. Finalmente, o imperador convocou um concílio em Nicéia, em 325 AD, para resolver a disputa.
Apenas 318 bispos compareceram, o que equivalia a apenas uns 18% de todos os bispos do império. Dos 318, apenas uns 10% eram da parte ocidental do império de Constantino, tornando a votação tendenciosa, no mínimo. O imperador manipulou, pressionou e ameaçou o concílio para garantir que votariam no que ele acreditava, não em algum consenso a que os bispos chegassem.
As igrejas cristães hoje em dia dizem que Constantino foi o primeiro imperador cristão, mas seu "cristianismo" tinha motivação apenas politica. É altamente duvidoso que ele realmente aceitasse a doutrina cristã. Ele mandou matar um de seus filhos, além de um sobrinho, seu cunhado e possivelmente uma de suas esposas. Ele manteve seu título de alto sacerdote de uma religião pagã até o fim da vida e só foi batizado em seu leito de morte.
OS DOIS PRIMEIROS TERÇOS DA TRINDADE - O CONCÍLIO DE NICÉIA
A maioria dos bispos, pressionada por Constantino, votou a favor da doutrina de Atanásio. Foi adotado um credo que favorecia a teologia de Atanásio. Arius foi condenado e exilado. Vários bispos foram embora antes da votação para evitar a controvérsia. Jesus Cristo foi aprovado como sendo "uma única substância" com Deus Pai. É significativo que até hoje as igrejas ortodoxas do leste e do oeste discordem entre si quanto a esta doutrina, ainda consequência de as igrejas do oeste não terem tido nenhuma influência na "votação".
Dois dos bispos que votaram a favor de Arius também foram exilados e os escritos de Arius foram destruídos. Constantino decretou que qualquer um que fosse apanhado com documentos arianistas estaria sujeito à pena de morte.
O credo de Nicéia declara:
Creio em Um só Deus, Pai Onipotente, Criador do céu e da terra e de todas as coisas visíveis e invisíveis. E em Um só Senhor, Jesus Cristo, o Filho unigênito de Deus, gerado do Pai antes de todas as coisas. Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, não criado, consubstancial ao Pai, por quem todas as coisas foram feitas ...
Mesmo com a adoção do Credo de Nicéia, os problemas continuaram e, em poucos anos, a facção arianista começou a recuperar o controle. Tornaram-se tão poderosos que Constantino os reabilitou e denunciou o grupo de Atanásio. Arius e os bispos que o apoiavam voltaram do exílio. Agora, Atanásio é que foi banido. Quando Constantino morreu (depois de ser batizado por um bispo arianista), seu filho restaurou a filosofia arianista e seus bispos e condenou o grupo de Atanásio.
Nos anos seguintes, a disputa política continuou, até que os arianistas abusaram de seu poder e foram derrubados. A controvérsia político/religiosa causou violência e morte generalizadas. Em 381 AD, o imperador Teodósio (um trinitarista) convocou um concílio em Constantinopla. Apenas os bispos trinitaristas foram convidados a participar. 150 bispos compareceram e votaram uma alteração no Credo de Nicéia para incluir o Espírito Santo como parte da divindade. A doutrina da Trindade era agora oficial para a Igreja e também para o Estado.
Os bispos dissidentes foram expulsos da Igreja e excomungados.
O CREDO DE ATANÁSIO COMPLETA A DIVINDADE TRINA
O Credo (trinitário) de Atanásio foi finalmente estabelecido (provavelmente) no século V. Não foi escrito por Atanásio mas recebeu seu nome. Este é um trecho:
"Adoramos um só Deus em Trindade ... O Pai é Deus, o Filho é Deus, e o Espírito Santo é Deus; e contudo eles não são três deuses, mas um só Deus"
Por volta do século IX, o credo já estava estabelecido na Espanha, França e Alemanha. Tinha levado séculos desde o tempo de Cristo para que a doutrina da Trindade "pegasse". A política do governo e da Igreja foram as razões que levaram a Trindade a existir e se tornar a doutrina oficial da Igreja. Como vocês viram, a doutrina trinitária resultou da mistura de fraude, política, um imperador pagão e facções em guerra que causaram mortes e derramamento de sangue.
A TRINDADE CRISTÃ - MAIS UMA NO DESFILE DE TRINDADES
Por que surgiu esse clamor para elevar Jesus e o Espírito Santo a posições iguais à do deus judeu/cristão? Simplesmente porque o mundo pagão estava habituado a ter "três deuses" ou "trindades" como divindades. A trindade satisfazia à maioria de cristãos que tinha vindo de culturas pagãs. O cristianismo não se livrou das trindades pagãs, ele as adotou assim como adotou tantas outras tradições pagãs.
☑️OUTRAS TRINDADES
O hinduísmo abraçou a divindade trina de Brahma, deus da criação; Vishnu, deus da manutenção, e Siva, deus da destruição. Uma das muitas trindades do Egito era Hórus, Ísis e Osíris.
Os fundadores da primitiva igreja cristã não tinham idéia de que o conceito de Trindade iria surgir, ser votado por políticos, imposto por imperadores e um dia se tornaria parte integral do cristianismo moderno. Não é nenhuma surpresa que tal conceito seja "difícil" de explicar.
Há um deus cristão ou três em um? A maioria das igrejas cristãs apóia a doutrina da Trindade mas ainda há algumas que rejeitam o ensinamento. Hoje em dia, temos a liberdade de acreditar em uma possibibilidade ou outra, mas corremos o risco de sermos ridicularizados se negarmos a crença na Trindade.
Como num supermercado, você escolhe a sua religião.
Translate this Page
ONLINE
1





Eu, Paulo Trindade fundei a "LOJA MAÇONICA JESUS NAZARENO" E PROCURO "IRMÃOS' E "IRMÃS" www.lojamaconicajesusnazareno.comunidades.net

ATEUS E ATIVISTAS DO ATEÍSMO E MULHERES SÃO BEM-VINDOS

Somente serão aceitas pessoas com as seguintes características :
1- Com saude , físico e olhos imperfeitos SEM filhos biológicos
2- Com saude , fisico e olhos perfeitos sem filhos biológicos ou com com filhos biológicos.
3 - Pessoas que não tenham as características citadas que tenham permissão do Fundador dessa Loja Maçonica.

Esse grupo tem por objetivos:
1 -Conseguir trabalho para os "irmãos" ou conseguir melhores trabalhadores para os " irmãos".
2 - Distribuir a "FÓRMULA PARA ACABAR COM POBREZA E CRIMES" elaborada pelo fundador da Loja Maçonica.

3- Fazer mobilização politica :

A favor de Partido Único Não-Eleitoral e regime Parlamentarista de governo

A favor de jornada de trabalho de 40 horas semanais e 8 horas diárias para todos os funcionários da Administração Pública e Empresas Estatais

A favor do "JUS POSTULANDI" ( Justiça Sem Advogado) Em nove paises europeus qualquer pessoa pode atuar nos tribunais sem advogado em causa própria em todas as áreas do Direito inclusive criminal..

A favor de Ensino a Distancia de Ciencias Jurídicas e de cursos de primeiro e segundo grau. Os estudantes fazem prova e sendo aprovados adquirem a graduação.

A favor de Emenda Constitucional proibindo qualquer tipo de acumulo de cargos públicos. Exemplo : um capitão reformado que seja eleito presidente da republica ou vereador deverá renunciar ao pagamento de sua aposentadoria como militar. .

Contra cotas raciais em concursos públicos.

Contra os MAÇONS DISCIPULOS DE LÚCIFER

 


 

 

1

2

 

O MELHOR VIDEO MOTIVACIONAL DO YOU TUBE

3

  

Eleito o Melhor Vídeo Motivacional 2015 - YouTube

O melhor Vídeo Motivacional dos últimos anos. Ultrapassou 40 milhões de acessos na Web. Já possui ...

 

 

Você aprende ( narrado) - YouTube Wiliam  Shakespeare

 A VERDADE QUE NÃO TE CONTAM (video visto por 293.430)

Jesus é um mito astrológico, e que a Bíblia se trata de uma miscelânea de histórias baseadas em princípios astrológicos pertencentes a civilizações antigas.

  Assista a Pregação do Pastor Adélio sobre RELIGIÕES

O solteirão sem filhos Padre Marcelo divulgou método para não atacado por cães que era olhar para o Céu e dias depois foi mordido.......

 

 

 
 
 
 
 

Jesus é um mito astrológico, e que a Bíblia se trata de uma miscelânea de histórias baseadas em princípios astrológicos pertencentes a civilizações antigas.

 

  Assista a Pregação do Pastor Adélio sobre RELIGIÕES

 

O solteirão sem filhos Padre Marcelo divulgou método para não atacado por cães que era olhar para o Céu e dias depois foi mordido.......

 

 

Assistam a Pregação de um "Pastor Ateu" em uma igreja atéia -CLIQUE AQUI

Clique aqui para escutar pregação do Pastor Adélio sobre CURA ATRAVÉS DE ORAÇÃO  

Imagem inline 2

 

Oração criada pelo fundador  da  SECHO-NO-IE

 

Esta matéria do Fantástico,nos mostra uma lista de alimentos saudáveis que devemos consumir para ter saúde e para o cérebro  funcionar melhor.

 

 

 

 

Conheçam essa historia que comoveu o mundo inteiro.     CLIQUE AQUI

foto pronta


Nos últimos anos, este local se converteu numa pequena atração turística. Todo mês de abril, milhares de pessoas vem ver o incrível tapete rosado que cobre o imóvel

A esposa do proprietário dessa casa ficou cega e como ela estava muito triste ele pegou ferramentas e durante 20 anos e construiu um jardim de 3000 m2 de flores em homenagem a ela.


Assistam essa Pregação de um "Pastor Ateu" em uma igreja atéia -CLIQUE AQUI

XXXXXXXXXX

Dança religiosa "Azeite Quente"

CLIQUE AQUI

e assista

E ainda acham ruim quando se faz piadas das religiões.

xxxxxxx

As atitudes de Sócrates e Jesus diante da morte

 

 

PROBLEMA: Gênesis 1:27 diz que "criou Deus...

o homem à sua imagem". Mas em Gênesis 3:22,

Deus diz: "O homem se tornou como um de nós,

conhecedor do bem e do mal". O primeiro

versículo dá a entender que o ser humano foi

criado como Deus é, e o segundo parece afirmar

que ele tornou-se igual a Deus. 

 

Somente os comunistas verdadeiros  e os ativistas do ateismo consequem  derrotar os Maometanos   www.comunistasverdadeiros.tk  

Crianças podem casar com adultos no islão .  37.000 meninas com menos de 18 anos são obrigadas a se casar todos os dias
13 milhões de meninas menores de idade casada cada ano
Meninas com menos de 15 tem cinco vezes mais probabilidade de morrer no parto.  

Em muitas partes do mundo islâmico, meninas, algumas com apenas 7 ou 8 anos de idade, são forçadas a casarem com homens adultos. Muitas vezes, as cerimônias de casamento são feitas em bloco, como a foto acima mostra. Só se pode estremecer de horror  pensar que, provavelmente, todas essas meninas pré-púberes sejam forçadas a ter relações sexuais com seus maridos  na noite de núpcias. Afinal de contas, este tipo de pedofilia institucionalizada e estupro é endossado por líderes islâmicos como o imbecil aiatolá Khomeini do Irã.

Cri

1h

Somente os comunistas verdadeiros  e os ativistas do ateismo consequem  derrotar os Maometanos   www.comunistasverdadeiros.tk  

Os Maometanos Terroristas são "funcionários da teocracia" com salários milionários que matam inimigos em nome  do deus Alá  ......Recebem salários mensais de milhões de dólares que enviam para paises ocidentais  onde certamente fazem  a maometanos "lavagem" isto é, uma sorveteria  tem 24  frequeses mensais e tem faturamento de milh~es de dólares. e os funcionários são Maometanos que agem honestamente com medo de serem assassinados


Sodomisar crianças é galopante em todos os países muçulmanos. Sodomisar crianças e animais é um passatempo aceitável em países islâmicos e foi mesmo santificado em fatwas pelo ex-líder iraniano Ayatollah Khomeini e outros clérigos islâmicos. É difícil para as pessoas normais para compreender a total perversidade e depravação dos muçulmanos, especialmente na área da pedofilia, mas os muçulmanos consideram que eles têm o direito de abusar sexualmente de seus próprios filhos como uma coisa natural.

 

 O faraó Akhenaton criou o culto ao  Deus Aton

 

 

 

 

Akhenaton foi um grande faraó da XVIII Dinastia egípcia, que governou por 16
anos, de 1352 a 1336 a.C. Foi muito importante para a história do Egito, pois
durante seu reinado tentou realizar diversas mudanças na cultura egípcia.
Acima: O Disco solar representando ATON o doador da Vida simbolizada
pela Cruz Ansata (o Sagrado ANKH dos egípcios) nas mãos de Aton,
o DOADOR DA VIDA.
Os Comunistas Verdadeiros  em aliança com Jair Messias Bolsonaro  e os Ateus
e Ativistas do Ateismo irão derrotar  os Maometanos

 

 

Imagem inline 1

www.livrespensadores.net

 

http://kdfrases.com/frase/134199

Robert G. Ingersoll

Nascimento: 11 de Agosto de 1833
Biografia: Robert G. Ingersoll foi um livre pensador norte-americano do século XIX, um orador e líder político norte-americano, notável por sua cultura e defesa do agnosticismo.
Celso Brant
Deputado federal Minas Gerais
Período 1957-1964
Vereador Bandeira de Belo Horizonte.png
Vida
Nascimento 16 de dezembro de1920
DiamantinaMG
Morte 24 de abril de2004 (83 anos)
Belo HorizonteMG
Dados pessoais
Partido  
Profissão Jurista, escritor e professor

Obras

  • Poesia Ameríndia;
  • Fatores genéticos da literatura;
  • A arte e a vida;
  • A arte e a religião;
  • A saudade em outras terras;
  • A música na Inglaterra;
  • Teoria Geral do Serviço Público;
  • Bach, o quinto evangelista;
  • Canção do trabalho obscuro;
  • O Estado moderno e o direito internacional
  • O bicho-de-pé;
  • O conceito da cultura;
  • A mobilização nacional;
  • Terceiro mundo, terceiro caminho, terceiro milênio;
  • Teologia da Libertação versus Teologia da Submissão;
  • Quem tem medo da moratória?;
  • Projeto Tiradentes;
  • A Nova Inconfidência (volumes I e II);
  • A Guerra do Golfo Pérsico e o futuro do petróleo no mundo.

 

O Aparecimento dos Seres Vivos

por Galeno Alvarenga 

 

 Psiquiatra Galeno Procópio de Belo Horizonte escreveu:

A Paleontologia, a Antropologia, a Paleoantropologia e a Pré-história, bem como

outras ciências do homem, nos ensinam que a vida nem sempre existiu, e mais,

sabemos que a organização do Universo nem sempre existiu.

A matéria manifestou-se de um caos primordial e, sem um nome melhor para dar,

essa explosão tem sido chamada de "big bang" . Muitos criticam essa idéia e, pior

ainda, todos sabem que este é um péssimo nome, mas acabou por cristalizar-se.

Da explosão inicial originou-se, pouco a pouco, tudo que existe no Universo.

A expansão continua com uma velocidade 15% mais rápida do que a iniciada há

quinze bilhões de anos atrás. Os produtos reconstruídos dessa explosão inicial são

bilhões de corpos celestes: estrelas, planetas, cometas, luas, etc., incluindo aí,

naturalmente, nossa galáxia, contendo o planeta Terra entre milhões de espécies

já existentes. A maioria das espécies produzidas pelo Universo não resistiu ao

meio ambiente; entre as que sobreviveram encontra-se o homem, a barata,

lagartixa e milhares de outros que você conhece.www.galenoalvarenga.com.br/publicacoes-livros-online/homem-animal-de-duas-cabecas/o-aparecimento-dos-seres-vivos-2

Prentice Mulford era um professor sábio e não dogmático . Isso éevidente em suas próprias palavras: “Na vida espiritual toda pessoa é a sua ou o seu próprio descobridor, e você não precisa afligir-se se as suas descobertas não forem acreditadas por outros. É da sua conta ir adiante, encontrar mais, e aumentar a sua própria felicidade.”
Prentice Mulford foi um jornalista, escritor e espiritualista norte americano..

 

Qual a sua opinião sobre a AMORC (Antiga e Mistica Ordem Rosa Cruz)?

Fui filiado a Amorc durante 6 anos ,de 1972 a 1976. 
Uma das vergonhas que tenho na vida eh ter distribuido alguns folhetos convidando pessoas a se filiarem a essa Organização.

Respostas:

Odin
Melhor resposta:  Não entendo porque sentes vergonha de ter participado da AMORC.... 
Pois se vc não gostou, pelo menos aprendeu algo sobre a mesma, e isto é que é válido. É uma seita que pode ser boa para alguns, e não tão boa para outros... Depende apenas da cabeça de cada um. 
Há um velho ditado que diz: 

O que não nos mata, nos faz mais forte.
Valorizo os conhecimentos que esta Ordem divulga, mas jamais me filiaria a ela, assim como a qualquer outro tipo de organização fechada ou religião.
Pense, reflita, estude! 
A seiva da sabedoria quando dada por mão anônimas é veneno, a não ser aquela dada por nossos pais e mestres pela vida afora. 
A seiva da sabedoria que transforma, edifica, liberta e purifica é aquela que buscamos, lutamos e nos esforçamos com sacrifício para ter; portanto leia, estude, mas principalmente ouça, perceba como as coisas se formam, mudam de "cara" muitas vezes para nos conquistar. 
Pra iniciar, comece lendo o Gustavo Barrosso, A história Secreta do Brasil, são 04 volumes da década de 30, mas cuidado com a historia secreta do brasil fajuta, aquela reeditada apenas para contar o lado bom da história, aí vc verá muita coisa a ser explicada por esta e tantas outras "ordens" por aí. 
Paz e Bem!!
errante · 7 meses atrás
DEBATE :    EXISTE   OUTRA VIDA  APÓS A MORTE  ???????  Preste atenção á  fala  do Psiquiatra de Belo Horiizonte  Galeno Procópio  aos 25:07 desse vídeo
 



Total de visitas: 7383
 
Área de anexos
 
 
 
Clique aqui para Responder ou Encaminhar
 
 
 
1,39 GB (8%) de 17 GB usados
Última atividade da conta: Há 21 minutos
Detalhes